17 de março de 2014

CALORIAS NEGATIVAS (invertidas) - Alimentos que EMAGRECEM



   Hoje já se sabe que ficar com fome não favorece a dieta para perder peso, muito pelo contrário.   O corpo precisam de nutrientes essenciais a vida, então não adianta não comer, o que adianta é fazer escolhas inteligentes, nutritivas e que favorecem o emagrecimento.   Procure se alimentar a cada três horas, dormir bem e fazer exercícios diários, mesmo que seja apenas uma caminhada de 20 minutos para evitar flacidez e o efeito sanfona.
  Os alimentos fornecem calorias, entretanto as calorias que realmente somam ao organismo são aquelas que sobram para serem armazenadas nas células.    Isto porque para fazer a digestão dos alimentos nosso organismo também precisa de energia para executar esta tarefa.   É neste ponto que elas se diferenciam umas das outras; sendo umas boas e outras ruins.   Alguns alimentos fornecem menos calorias do que a que o organismo precisa para executar a tarefa de digeri-lo, assim o resultado de aquisição para o corpo é negativo (invertido), ou seja, no final da conta o organismo sai perdendo reservas calóricas.
   Os alimentos termogênicos, que possuem calorias negativas, aceleram o metabolismo queimando calorias sem esforço e favorecendo a perda de peso, já que é necessário consumir os estoques de energia para compensar o que foi gasto na digestão.   Por isto eles são chamados de alimentos de calorias negativas ou invertidas.
   Sabendo destas informações podemos largar a calculadora de lado e não pensar mais em calorias, desde que saibamos escolher os alimentos corretos, mas é importante não esquecer de que o organismo precisa de energia para executar suas tarefas essenciais a saúde.  
  
 É importante saber também que a calculadora pode enganar, pois alguns alimentos apresentam um índice calórico muito baixo em comparação com outros, entretanto o que realmente vai valer para perder peso não é o valor calórico que ele tem antes de ser ingerido, pois alguns alimentos de baixas calorias não fazem o organismo consumir quase nada na digestão, deixando uma soma positiva para a armazenagem de calorias (o que desfavorece a dieta de perda de peso), enquanto outros com mais calorias deixam um resultado negativo na conta de aquisição.   Portanto não são as calorias que eles possuem antes de serem consumidos que contam, mas as que sobram (ou não) no final do metabolismo.   Um dos melhores exemplos disto é o abacate, não é inteligente tirá-lo da dieta, pois ele é rico em gordura monoinsaturada, dá sensação de saciedade e baixa o índice glicêmico, o carboidrato dele é de digestão lenta e custa a virar açúcar, a produção de insulina fica sob controle.  Então o abacate, assim como muitos outros alimentos não são vilões, são aliados.
   Para fazer uma comparação bem simples, basta pensar que os alimentos tradicionalmente encontrados na quitanda são quase na totalidade nossos aliados na perda de peso e os industrializados os grandes vilões, prefira os alimentos frescos.   Não adianta pensar em barrinhas de cereais que contém açúcares de baixa qualidade disfarçados sob nomes complicados (se puder faça em casa suas barrinhas de cereais), ou em todas aquelas tabelas de difícil compreensão das embalagens, pois já sabemos que aquilo não vale muita coisa depois da metabolização.
   Considere as cores dos alimentos, montando refeições coloridas, verde claro e escuro, amarelo ao vermelho, roxo...   Os vegetais que podem ser consumidos crus são mais difíceis de serem digeridos do que os cozidos e por isto queimam mais calorias ainda.  Um prato com vegetais bem coloridos são mais saudáveis e não engordam.   Quanto aos cereais, escolha os integrais, eles tem mais calorias, mas no final o resultado da conta é favorável a uma dieta de emagrecimento.   Os temperos também são um grande aliado na queima de calorias.   As fibras são fundamentais, pois dão sensação de saciedade por mais tempo com menos quantidade e mais queima de calorias na digestão, mas elas só funcionam bem se você beber bastante líquido, portanto consuma pelo menos dois litros d’água por dia. 

   Vamos ao que interessa, que é conhecer os alimentos que são nossos aliados.

CARBOIDRATOS: arroz, espelta (trigo vermelho), milho, quinoa, soja, aveia, batata doce, yacon, de frutas e de legumes...  Prefira os cereais integrais.




GORDURAS: óleo de coco, abacate, oleaginosas (castanhas e coquinhos), azeite de oliva...









HORTALIÇAS: abobrinha, acelga, aipo, aspargo, berinjela, beterraba, brócolis, cebola, cenoura, chicória, chuchu, couve, couve-flor, espinafre, nabo, pepino, repolho, salsão, vagem, tomate, alface, agrião, mostarda,  batata doce, yacon, batata baroa (mandioquinha), abóbora...

FRUTAS: abacaxi, ameixa, amora, laranja, limão, maçã, mamão, papaia, melancia, melão, mexerica (tangerina), morango, pêssego, pêra, kiwi, uva, abacate, manga, banana, goiaba, framboesa, damasco, toranja, caqui, romã, figo...



TEMPEROS: açafrão, curry, pimentas, salsinha, gengibre, manjericão, orégano, canela, cravo, alho...







OUTROS: chá de ervas (sem açúcar ou com adoçante), agar-agar, linhaça, azeitonas, goji berry, cramberry, blueberry, hibisco, kefir, açaí (sem açúcar)...







DICA: Entre as carnes prefira os peixes, as gorduras do peixe são ótimas para a saúde, fazem bem ao coração por que tem o bom colesterol HDL, o favorece o emagrecimento.





    Entretanto o gasto calórico varia de pessoa para pessoa, cada organismo é um, observando também que os homens tem naturalmente um metabolismo mais acelerado que as mulheres, mas estas dicas não são uma destas dietas da moda que são tão passageiras quando a própria moda, é uma dica para mudança de hábitos alimentares e de estilo de vida mais saudável, o resultado demora um pouco a chegar, mas é permanente como deve ser os bons hábitos.


Reações:

0 comentários:

PUBLIQUE TUAS RECEITAS NA COMUNIDADE

PÁGINA

Verdes Anos