31 de março de 2014

Como substituir o leite animal por 'leite' vegetal


O ser humano só produz lactase (enzima que transforma o leite em nutrientes), até os dois anos de idade, período de lactação humano.   Após esta idade todos tem intolerância ao leite em maior ou menos grau.   Alguns podem sentir leves desconfortos como arrotos, outros tem dores abdominais e diarréias intensas.
   O leite in natura estimula a produção de muco, aumenta por isto os problemas respiratórios, estimula a febre quando estamos adoecidos e aumenta a incidência de diabetes do tipo I.  A despeito disto as pessoas o consomem afim de obter cálcio e prevenir doenças como osteoporose, mas os vegetais muitas vezes contem fontes consideravelmente superiores de cálcio.   A exemplo disto podemos citar o gergelim, pois ele contem 975 mg de cálcio para a mesma proporção de leite de vaca ou cabra que contem entre 120 e 190 mg de cálcio.   Outros vegetais também o superam com grande vantagem e entre eles pode-se ressaltar a linhaça, avelã, castanha de caju, castanha-do-pará, nozes, amêndoa, aveia, centeio, trigo integral, sementes girassol, sementes de abóbora, arroz integral, soja ou amendoim.

Para preparar 1 litro de leite vegetal use:
16 colheres das de sopa de um ou mais destes vegetais: linhaça, avelã, castanha de caju, castanha-do-pará, nozes, amêndoa, aveia, centeio, trigo integral, sementes girassol, sementes de abóbora, arroz integral ou soja – com 1 litro de água.
   Deixe de molho na geladeira durante a noite e bata no liquidificador, depois coe.

Para preparar 1 litro de leite vegetal com amendoim ou gergelim use 8 colheres das de sopa para 1 litro de água, deixe de molho na geladeira durante a noite e bata no liquidificador, depois coe.


   Lembre-se que nem todos os vegetais, podem substituir a quantidade necessária de cálcio então ele deve ser acrescido na alimentação, mas se você não quer se preocupar em acrescentar cálcio sugiro que use gergelim ou castanhas-do-pará que já possuem quantidade de cálcio superior ao leite animal.   Entretanto é importante observar que o tipo de cálcio encontrado nos vegetais não é igual ao do leite e é importante consultar um médico para avaliar melhor os casos das crianças em desenvolvimento.   Existe também a possibilidade de consumir o leite coalhado, na forma de coalhada fresca ou seca, isto porque a coalhada sofre uma quebra das enzimas que o corpo humano não consegue quebrar, facilitando a digestão com enorme vantagem.

29 de março de 2014

Bolo de Castanhas-do-pará (sem glúten e sem lactose)

Massa:
Ingredientes:
500 g de castanhas-do-pará sem cascas
12 gemas de ovos sem pele (como substituir)
10 claras de ovos (como substituir)
5 colheres de sopa de açúcar ou adoçante culinário (sucralose)
Modo de Preparar:
Triture as castanhas-do-pará em um processador. Forre o fundo de 2 formas redondas, de cerca de 25cm, com papel-manteiga, unte as laterais com manteiga e enfarinhe levemente com amido de milho ou farinha de arroz. Prepare a massa colocando as claras em uma batedeira. Quando começarem a ficar em ponto de neve, diminua a velocidade e acrescente o açúcar aos poucos.   Com a batedeira ligada, coloque as gemas lentamente e sem parar de bater. Depois de incorporar, desligue a batedeira e acrescente as castanhas-do-pará trituradas, misturando com uma colher de pau. Divida a massa em duas assadeiras iguais e asse em forno médio, em torno de 180°C, por aproximadamente meia hora, ou até que esteja bem assado. Retire do forno e deixe esfriar.

Recheio:
Ingredientes:
6 gemas de ovos sem pele
3 colheres das de açúcar ou adoçante culinário (sucralose)
1/2 xícara das de chá de água
1 colher das de sopa de manteiga ou margarina
1 colher das de sobremesa de extrato de baunilha (natural)
Modo de Preparar:
Prepare o recheio colocando o açúcar e a água em uma panela, leve fogo para obter uma calda.  Deixe esfriar e acrescente as gemas, misture bem e leve ao fogo novamente misturando sem parar até que engrosse. Retire do fogo, acrescente a manteiga e o extrato de baunilha. Reserve.

Cobertura:
 Ingredientes:
6 claras de ovo
6 colheres das de sopa de açúcar ou adoçante culinário (sucralose)
Modo de Preparar:
Bata as claras em neve e vá acrescentando o açúcar, aos poucos, para obter ponto de suspiro. Retire os bolos das formas, coloque um deles em um prato e faça alguns furinhos com um garfo. Espalhe o recheio já frio sobre o bolo, cubra com o outro bolo e finalmente cubra tudo com o suspiro e leve à geladeira por algumas horas.

Obs.:
Essência de baunilha – essência é artificial de baunilha, feita em laboratório químico. Tem odor e sabor químico, lembrando bala.

Extrato de baunilha - baunilha natural que foi deixada em infusão em meio alcoólico.   Tem sabor intenso e complexo e é muito aromática.   Dependendo do tipo de  baunilha usada e o fabricante, o extrato tem aromas e sabores diferentes.






27 de março de 2014

Cranberry e seus benefícios a saúde.


   O mirtilo vermelho, ou cranberry como é conhecido em sua região de origem, os Estados Unidos, é também chamado de oxicco, arando vermelho ou airela.   No Brasil é encontrado seco ou como suco.  Tem sabor doce e ácido, e já era conhecida dos índios norte americanos.

   Este fruto favorece a produção de colágeno fortalece o sistema imunológico, inibe a presença de bactérias na bexiga e uretra evitando a infecção urinária, retarda o envelhecimento, protege o coração, reduz a constipação intestinal, combate os radicais livres, favorece a manutenção da visão, fornece energia para o corpo e bloqueia o cortisol.
   É potencial na prevenção de doenças tais como o combate de gordura no sangue, inibe a presença de bactérias na bexiga e uretra, gripes e resfriados, previne contra câncer e tumores, úlcera e gastrite.



   O oxicoco, ou cranberry, contem resveratrol, vitaminas A, C e D, antioxidantes, colágeno, frutose, fibras, polifenóis, flavonóis, fitoquímicos, antocininas, catequinas, triterpenides, ácidos (beta-hidroxiburítico, cítrico, málico, quínico, benzóico, elágico, hipúrico), proantocianidinas.

    É importante não consumir em excesso, pois desarranja os intestinos em quantidade exagerada e os diabéticos também devem consumir com moderação devido a frutose que o fruto contém.
   Como no Brasil não existe o cultivo deste fruto, ele é importado em forma de suco ou seco, o que o torna muito caro, por isto é importante lembrar que podem ser substituídos por frutos vermelhos e roxos.
   As bagas secas são melhores que os sucos, estes as vezes são aquecidos no processo de fabricação, por isto perdem parte das propriedades.


   Caso você consiga o suco ou as bagas, aproveite com moderação.


A diferença entre o remedi e o veneno é a dose (Roger Stankewski)


25 de março de 2014

Veja 10 opções para substituir o creme de leite.


1-      Creme de aveia = Prepare um creme grosso com 3 colheres das de sopa de aveia e 1 e ½ xícara das de chá de água, leve ao fogo para dar a textura.

2-     Creme de inhame = Bata no liquidificador um inhame grande com 1 e ½ xícara das de chá de água, coe e leve ao fogo para dar a textura.

3-     Creme de arroz = 3 colheres das de sopa de farinha de arroz e 1 e ½ xícara das de chá de água, leve ao fogo para dar textura.

4-     Creme de amêndoas = Faça o leite de amêndoas bem grosso com 1 xícara das de chá de amêndoas e duas xícaras das de chá de água, bata no liquidificador e coe.  Junte 2 colheres das de sopa de biomassa de banana (farinha de banana verde), ou 2 colheres das de sopa de amido de milho.  Leve ao fogo para dar a textura.

5-     Tufupiri (veja receita aqui)


6-     Creme de feijão branco = Passe 1 e 1/2 xícara das de chá de grãos de feijão cozido em uma peneira para separá-los das cascas, junte água do cozimento do feijão aos poucos até obter a textura desejada.

7-     Creme de yacon = Bata 1 batata yacon grande descascada e cozida no vapor no processador com água suficiente para obter um creme.
8-    Creme de abacate = ponha no processador 1 a polpa de um abacate médio e bata para obter um creme.

9-     Iogurte de soja (veja receita aqui)


10- Leite de coco = retire o leite de coco do vidro quando ele estiver liquido o suficiente e o despeje em um pote de boca larga, leve a geladeira por 2 horas.  Separe a parte líquida da sólida e use apenas a parte mais sólida na receita, se quiser que fique mais denso acrescente biomassa de banana (farinha de banana verde.

23 de março de 2014

Feijoada Vegetariana




Ingredientes:
½ quilo de feijão vermelho
1 bandeja de shitake
150 gramas de shimeji
2 folhas de kombu
1 pacote de tofu defumado cortado em cubos grandes
3 linguíças vegetal cortadas em rodelas grossas
2 batatas baroa (mandioquinha) cortadas em pedaços
2 colheres das de sopa de missô
1 sachê de bife vegetal
1 cebola média picada
3 dentes de alho grandes amassados
2 colheres das de sopa de óleo de coco
1 colher das de sopa rasa de curry
Sal e cebolinha a gosto





Modo de Preparar:
Deixe o feijão de molho por 3 horas, ponha na panela de pressão com a lingüiças, os bifes e o tofu.   Cubra com água suficiente para o cozimento e deixe cozinhar em fogo baixo depois de pegar pressão por 30 minutos, desligue o fogo espere sair a pressão, se estiver bem cozido ponha as batadas, o kombu, o shimeji, o shitake, o missô e o curry, acerte o sal, e deixe cozinhar até que as batatas estejam cozidas.   Em outra panela ponha o óleo de coco e o alho e deixe dourar um pouco, junte as cebolas e quando estiver dourado ponha o feijão.   Na hora de servir ponha cebolinha picada por cima (opcional).


Sugestão: Sirva com arroz, couve refogada, farofa vegetal e suco de laranjas para acompanhar.

21 de março de 2014

Doce de leite light


Ingredientes:
1 litro de leite desnatado
1/2 xícara das de chá de adoçante culinário (sucralose)
4 colheres das de sopa de açúcar mascavo
1 pitada de bicarbonato de sódio
1 pitada de canela em pó
2 colheres das de sopa de amido de milho

Modo de Preparar:
Reserve meia xícara das de chá de leite desnatado. O restante coloque em uma panela junto com o açúcar mascavo e o adoçante. Peneire o bicarbonato com a canela em pó sem parar de mexer, cozinhe durante dez minutos ou até ferver. Em seguida abaixe o bem fogo e deixe cozinhar durante uma hora, sem deixar de mexer de vez em quando. Dissolva o amido no leite reservado no início e junte na panela. Continue cozinhando sem parar de mexer até obter o doce de leite cremoso. 


19 de março de 2014

CASTANHA-DO-PARÁ - Alimento indispensável!

   A castanha-do-pará hoje também é conhecida como Castanha do Brasil e é um alimento muito rico em propriedades nutricionais.   Faz parte do grupo das oleaginosas junto a castanha de caju, as nozes, amendoins, amêndoas e outros.

  Rica em gorduras insaturadas, que auxilia na oxidação de gorduras ruins do tipo LDL (colesterol), ela possui alto valor calórico e proteico e é considerada como carne vegetal por muitos, sendo muito superior a carne de gado com grande vantagem.   Duas castanhas equivale a um ovo de galinha.
   Ela ainda contem fósforo, potássio e todas as vitaminas do complexo B, uma grande quantidade de selênio e vitamina E, aminoácidos essenciais, ácidos graxos,  cálcio, magnésio, zinco, manganês e cobre, isoleucina, leucina, lisina, metionina, cisteína, triptofano, valina e  treonina.

    Em poucos segundos de mastigação de uma única castanha-do-pará, ela recarrega os níveis de minerais fundamentais a saúde, apenas uma castanha fornece de 4 a 7 vezes mais selênio que a necessidade diária de um adulto, ele combate o envelhecimento celular, promovendo vida longa e saudável e os radicais livres e tem um papel muito significativo na proteção do cérebro evitando o Alzheimer.    Entretanto não exagere na quantidade, pois o exagero constante do selênio pode ter efeito negativo.   O equilíbrio é o segredo do bem estar.   Entretanto não quer dizer que não se possa abusar vez ou outra, o selênio é cumulativo e dá para comer mais uns dias e deixar de comer outros.

   Além de antioxidante, ela também é emoliente, energética, hidratante, combate a hepatite, anemia e desnutrição, desintoxica o organismo de metais pesados, evita o surgimento de doenças neurodegenerativas, melhora o funcionamento da tireoide, evita a propagação do câncer e diminui a incidência, e melhora o sistema imunológico.    Se esmagadas cruas serve para cauterizar feridas.

   Pode ser consumida in natura, torrada, como farinha, doces, sorvetes...


Uma  castanha-do-pará (de 5 gramas), em média, equivalente a: 

3 filés de frango (100 gramas cada um) 
16 pães franceses (50 gramas cada um) 
100 copos de leite (200 mililitros por copo) 
10 ostras (33 gramas cada uma) 
3 latas de sardinha em conserva (130 gramas cada uma)

Portanto coma com moderação, mas não deixe consumir.


17 de março de 2014

CALORIAS NEGATIVAS (invertidas) - Alimentos que EMAGRECEM



   Hoje já se sabe que ficar com fome não favorece a dieta para perder peso, muito pelo contrário.   O corpo precisam de nutrientes essenciais a vida, então não adianta não comer, o que adianta é fazer escolhas inteligentes, nutritivas e que favorecem o emagrecimento.   Procure se alimentar a cada três horas, dormir bem e fazer exercícios diários, mesmo que seja apenas uma caminhada de 20 minutos para evitar flacidez e o efeito sanfona.
  Os alimentos fornecem calorias, entretanto as calorias que realmente somam ao organismo são aquelas que sobram para serem armazenadas nas células.    Isto porque para fazer a digestão dos alimentos nosso organismo também precisa de energia para executar esta tarefa.   É neste ponto que elas se diferenciam umas das outras; sendo umas boas e outras ruins.   Alguns alimentos fornecem menos calorias do que a que o organismo precisa para executar a tarefa de digeri-lo, assim o resultado de aquisição para o corpo é negativo (invertido), ou seja, no final da conta o organismo sai perdendo reservas calóricas.
   Os alimentos termogênicos, que possuem calorias negativas, aceleram o metabolismo queimando calorias sem esforço e favorecendo a perda de peso, já que é necessário consumir os estoques de energia para compensar o que foi gasto na digestão.   Por isto eles são chamados de alimentos de calorias negativas ou invertidas.
   Sabendo destas informações podemos largar a calculadora de lado e não pensar mais em calorias, desde que saibamos escolher os alimentos corretos, mas é importante não esquecer de que o organismo precisa de energia para executar suas tarefas essenciais a saúde.  
  
 É importante saber também que a calculadora pode enganar, pois alguns alimentos apresentam um índice calórico muito baixo em comparação com outros, entretanto o que realmente vai valer para perder peso não é o valor calórico que ele tem antes de ser ingerido, pois alguns alimentos de baixas calorias não fazem o organismo consumir quase nada na digestão, deixando uma soma positiva para a armazenagem de calorias (o que desfavorece a dieta de perda de peso), enquanto outros com mais calorias deixam um resultado negativo na conta de aquisição.   Portanto não são as calorias que eles possuem antes de serem consumidos que contam, mas as que sobram (ou não) no final do metabolismo.   Um dos melhores exemplos disto é o abacate, não é inteligente tirá-lo da dieta, pois ele é rico em gordura monoinsaturada, dá sensação de saciedade e baixa o índice glicêmico, o carboidrato dele é de digestão lenta e custa a virar açúcar, a produção de insulina fica sob controle.  Então o abacate, assim como muitos outros alimentos não são vilões, são aliados.
   Para fazer uma comparação bem simples, basta pensar que os alimentos tradicionalmente encontrados na quitanda são quase na totalidade nossos aliados na perda de peso e os industrializados os grandes vilões, prefira os alimentos frescos.   Não adianta pensar em barrinhas de cereais que contém açúcares de baixa qualidade disfarçados sob nomes complicados (se puder faça em casa suas barrinhas de cereais), ou em todas aquelas tabelas de difícil compreensão das embalagens, pois já sabemos que aquilo não vale muita coisa depois da metabolização.
   Considere as cores dos alimentos, montando refeições coloridas, verde claro e escuro, amarelo ao vermelho, roxo...   Os vegetais que podem ser consumidos crus são mais difíceis de serem digeridos do que os cozidos e por isto queimam mais calorias ainda.  Um prato com vegetais bem coloridos são mais saudáveis e não engordam.   Quanto aos cereais, escolha os integrais, eles tem mais calorias, mas no final o resultado da conta é favorável a uma dieta de emagrecimento.   Os temperos também são um grande aliado na queima de calorias.   As fibras são fundamentais, pois dão sensação de saciedade por mais tempo com menos quantidade e mais queima de calorias na digestão, mas elas só funcionam bem se você beber bastante líquido, portanto consuma pelo menos dois litros d’água por dia. 

   Vamos ao que interessa, que é conhecer os alimentos que são nossos aliados.

CARBOIDRATOS: arroz, espelta (trigo vermelho), milho, quinoa, soja, aveia, batata doce, yacon, de frutas e de legumes...  Prefira os cereais integrais.




GORDURAS: óleo de coco, abacate, oleaginosas (castanhas e coquinhos), azeite de oliva...









HORTALIÇAS: abobrinha, acelga, aipo, aspargo, berinjela, beterraba, brócolis, cebola, cenoura, chicória, chuchu, couve, couve-flor, espinafre, nabo, pepino, repolho, salsão, vagem, tomate, alface, agrião, mostarda,  batata doce, yacon, batata baroa (mandioquinha), abóbora...

FRUTAS: abacaxi, ameixa, amora, laranja, limão, maçã, mamão, papaia, melancia, melão, mexerica (tangerina), morango, pêssego, pêra, kiwi, uva, abacate, manga, banana, goiaba, framboesa, damasco, toranja, caqui, romã, figo...



TEMPEROS: açafrão, curry, pimentas, salsinha, gengibre, manjericão, orégano, canela, cravo, alho...







OUTROS: chá de ervas (sem açúcar ou com adoçante), agar-agar, linhaça, azeitonas, goji berry, cramberry, blueberry, hibisco, kefir, açaí (sem açúcar)...







DICA: Entre as carnes prefira os peixes, as gorduras do peixe são ótimas para a saúde, fazem bem ao coração por que tem o bom colesterol HDL, o favorece o emagrecimento.





    Entretanto o gasto calórico varia de pessoa para pessoa, cada organismo é um, observando também que os homens tem naturalmente um metabolismo mais acelerado que as mulheres, mas estas dicas não são uma destas dietas da moda que são tão passageiras quando a própria moda, é uma dica para mudança de hábitos alimentares e de estilo de vida mais saudável, o resultado demora um pouco a chegar, mas é permanente como deve ser os bons hábitos.


15 de março de 2014

Como substituir a MANTEIGA e a MARGARINA




   Manteigas e margarinas não são uma boa escolha para uma alimentação saudável, mas a princípio estamos tão habituados com elas que mal conseguimos pensar em substitutos, no entanto elas podem sim ser substituídas com grande vantagem de sabor.   Então vamos ver algumas opções saudáveis e gostosas:


CREME DE AZEITONAS:
Bata no liquidificador ½ xícara das de chá de azeitonas descaroçadas, 1 xícara das de chá de iogurte de soja,  ¼ de xícara das de chá de azeite, ½ xícara de tofu e sal a gosto.

CREME DE BERINJELA:
Asse a berinjela inteira, retire a parte verde e ponha no liquidificador com ½ xícara das de chá de azeite, ½ xícara das de chá de tofu, 1/3 de xícara das de chá de tomates secos, ¼ de xícara das de chá de cebola picada, ervas finas e sal a gosto e bata até formar um creme.

CREME DE CENOURA:
Bata no liquidificador 2 xícaras das de chá de cenouras cozidas, ½ xícara das de chá de azeite, ½ xícara das de chá de tofu, ¼ de xícara das de chá de tomates secos, ½ cebola pequena, 1 dente de alho e sal a gosto. Bata até formar um creme.

CREME DE CASTANHAS DIVERSAS:
Escolha as oleaginosas que preferir, podendo misturar várias (castanhas-do-pará, nozes, avelãs, castanhas de caju, macadâmia, pistache, amêndoas...), use 1 e ½ xícaras das de chá de castanhas, 1 xícara das de chá de iogurte de soja, ½ xícara das de chá de mel, uma colher das de chá de raspas de cascas de limão bem cheia e uma colher das de sopa de folhas de hortelã picadinhas.  Bata bem até ficar cremoso.

CREME DE PALMITO COM TOFU:
2 xícaras das de chá de tofu, 1 xícara das de chá de palmito, ½ xícara das de chá de cebola picada, ½ xícara das de chá de azeite, ervas finas e sal a gosto. Bata tudo no liquidificador até formar um creme.

CREME DE TOMATE:
Bata no liquidificador 1 e ½ xícaras de tomates secos em conversa no azeite com o azeite e tudo, 1 xícara de tofu, cebola, orégano, manjericão e sal a gosto. Bata ate formar um creme.

CREME DE CACAU:
Bata no liquidificador 2 e ½ xícaras de inhame cozido no vapor sem sal, ½ xícara das de chá de iogurte de soja, ¹/2 xícara das de chá de mel e ¼ de xícara das de chá de cacau puro.




13 de março de 2014

Mousse de uva light (sem lactose)


Ingredientes:
4 envelopes de gelatina incolor sem sabor
1 de xícara das de chá  de água fria
4  de xícaras das de chá de suco de uva
1 e ½ de xícaras das de chá de leite condensado de coco caseiro
½ xícara de iogurte de soja caseiro
2 colheres das de sopa de adoçante sucralose

Calda:
1 e 1/2 xícara das de chá de suco de uva
2 colheres das de sopa de adoçante culinário sucralose
1 colher das de sobremesa de amido de milho



Modo de Fazer:
Hidrate a gelatina na água e dissolva em banho-maria, ponha no liquidificador com os outros ingredientes e bata até ficar homogêneo e despeje no recipiente desejado e leve a geladeira.

Para a calda misture todos os ingredientes e leve ao logo mexendo sempre até engrossar, cubra com um filme plástico para não criar película e deixe esfriar, leve a geladeira. 


11 de março de 2014

UVAS e farinhas de uvas - Aliadas da saúde!


   As uvas muito saborosas, sugestivas em climas românticos, uvas de todos os tipos são ótimas para a saúde, sobretudo para o coração.  Tanto sucos, farinha de uva, como vinhos é sabido que a uva faz bem ao coração, eliminando plaquetas causadoras de coágulos causadores de entupimento arterial.
  
Além de excelente para o coração, elas são diuréticas, laxantes naturais, retardam o envelhecimento e promovem a longevidade, as verdes são antivirais e antibacteriana.   A uva ainda regula o colesterol, favorece o funcionamento do fígado, do estômago e dos rins, auxilia na recuperação de úlceras e gastrite e elimina o ácido úrico do sangue.   As uvas ainda alcalinizam do sangue, são antiinflamatórias, antiescorbútica e combate os radicais livres, combate a gota e o reumatismo, tônica e reconstituinte.
A farinha de sementes de uva, que não contem glúten, ainda alivia o cansaço dos olhos, reduz a degeneração muscular e a catarata, favorece a circulação sanguínea nos vasos do globo ocular, evitando o enfraquecimento e danos dos olhos.   Reduz o LDL, ativa a circulação inibindo o surgimento de varizes e é rica em fibras.   Os diabéticos encontram na farinha de uva uma grande vantagem, pois por não poderem consumir uvas em grande quantidade devido a glicose e frutose que ela contem, encontram na farinha uma excelente alternativa livre destes açúcares.   Além disto a farinha tem quase todos os benefícios que a fruta oferece.  Ela previne as doenças coronárias, favorece a circulação sanguínea e a evitar varizes, combate a psoríase e eczema, limpa a pele de impurezas, retarda o envelhecimento, proporciona brilho as unhas, aos cabelos e a pele, além de dar maciez a pele porque aumenta a produção de colágeno, o que evita o surgimento de rugas, flacidez e perda dos dentes.   A farinha também é boa para visão e audição, anticancerígena, minimiza os danos causados por fibroma, combate hipertensão, previne contra artrite e o endurecimento de artérias.

  As uvas possuem vitamina A, vitaminas do complexo B (Tiamina B1, Riboflavina B2, Niacina B3, Ácido Pnatotênico B5, Piridoxina B6, Ácido Fólico B9), Ácido Ascórbico (vitamina C), revesteratrol, flavonóides, potássio, cálcio, magnésio, manganês minerais, proteínas, carboidrato, iodo, fósforo, polifenol, antrocianina, ferro, cobre, zinco, sódio, lítio, aminoácidos, ácido  glutâmico, alanina, arginina e glutamina, enxofre, boro e cromo.


  Aqueles que não são diabéticos se recomenda dez unidades de uvas ou 200 ml de suco diariamente, os diabéticos devem optar pela farinha de sementes de uva.


  




 Obs.: Como as uvas combatem o LDL podem contribuir para o emagrecimento.



9 de março de 2014

Pataniscas de abobrinha e queijo (sem glúten)


Ingredientes:
1 e 1/2 xícaras das de chá de abobrinha picadas bem miudinho
1 xícara das de chá de água
1 xícara das de chá de farinha de arroz
120 g de mussarela ralada
2 colheres de manjericão picadinho
1 colher das de sopa de azeite
Sal a gosto
Modo de Preparar:

Bata os ovos, junte a farinha, o sal, o azeite e a água e bata até formar um creme, acrescente a mussarela, o manjericão e a abobrinha e misture.   Ponha um fio de azeite em uma frigideira, coloque a massa em pequenas porções.   Quando estiver dourada vire e doure do outro lado.   Sirva com molho agridoce.

PUBLIQUE TUAS RECEITAS NA COMUNIDADE

PÁGINA

Verdes Anos